Buscar

Como instalar um inversor de frequência Siemens



Os inversores de frequência Siemens fornecidos pela JHP são da mais nobre linha de inversores de frequência. O inversor de frequência tem como principal função alterar a frequência da rede que alimenta o motor, fazendo com que o motor siga frequências diferentes das fornecidas pela rede, que é sempre constante. Desta forma podemos facilmente alterar a velocidade de rotação do motor de modo muito eficiente.


​Podemos utilizá-los em diversas aplicações da indústria. Para controle de velocidade de motores de bombas, esteiras rolantes, pontes rolantes, carros elétricos trabalhando diretamente na variação de rotação e torque dos motores elétricos da Indústria.


Utilizados mundialmente, os Inversores de frequência Siemens possuem as mais severas certificações para uso industrial. Garantindo um inversor de frequência de alta confiabilidade, baixa manutenção e fácil parametrização. É um dispositivo capaz de gerar uma tensão e frequência trifásicas ajustáveis, com a finalidade de controlar a velocidade de um motor de indução trifásico.



Instale seu inversor corretamente


Para a instalação dos inversores de frequência devemos, inicialmente, escolher a localização em que será instalado o inversor. Utilizando de uma superfície plana na posição vertical, livre de poeira e umidade. A localização é um fator determinante para um bom funcionamento e assegurar a vida útil de seus componentes, sendo assim, é necessário nos atentar sobre a temperatura do local. Quando instalado dentro de um painel ou caixas metálicas fechadas, prover exaustão adequada para que a temperatura fique dentro da faixa permitida.



O primeiro passo para instalar um inversor de frequência Siemens é sua fixação. Para inversores de 6 A a 14 A, colocar primeiramente os parafusos de baixo, apoiar o inversor e então os parafusos de cima. Já para modelos acima de 14 A, colocar primeiro os parafusos na superfície em que instalaremos o inversor. Assim, colocar o inversor e em seguida reapertar os parafusos.


Em seguida, devemos ligar as conexões de frequência. No inversor existem conexões de entrada de alimentação e saída para o motor. Nas conexões de entrada deve-se prever um seccionador, o qual tem como principal função assegurar que, caso haja ocorrência de má distribuição de energia, a energia seja cortada com alto desempenho. Dessa forma, minimizando os riscos de curto-circuito ou grandes danos no inversor de frequência e em seu sistema.


Para proteção correta de seus componentes eletrônicos, utilizamos de um fusível ultrarrápido do tipo VR com a corrente igual ao indicado para cada modelo de inversor. A tensão de rede deve ser, então, compatível com a tensão nominal do inversor.

Atente-se também em não utilizar banco de capacitores para correção do fator de potência na entrada e nem na saída do inversor, pois isso também prejudica a vida útil de seus componentes.



Ligando as conexões de controle do inversor de frequência


Os inversores de frequência possuem conexões de sinal e de controle. Sendo as conexões de sinal entradas e saídas analógicas, e as de controle entradas e saídas digitais, assim como saídas à relé. Sendo o relé um dispositivo elétrico destinado a realizar modificações súbitas, mas predeterminadas em um ou mais circuitos de saída. Essas conexões, então, são feitas nos seguintes conectores:



Agora que você já conhece os inversores de frequência e como instalá-los, entre em contato com a equipe JHP e faça já seu orçamento. Aqui você garante os melhores componentes de automação industrial do mercado! Confira nossa linha completa de inversores de frequência Siemens clicando aqui.

166 visualizações0 comentário