Buscar

Aprenda como especificar cilindros pneumáticos



Já falamos aqui sobre o que são os cilindros pneumáticos e seu funcionamento! Hoje trazemos então uma matéria completa para você especificar esse componente pneumático da forma correta! Os cilindros pneumáticos possuem como principal objetivo realizar um trabalho usando somente ar pressurizado. Sendo, então, os músculos das máquinas que fazem o trabalho da movimentação dos sistemas de automação pneumáticos. Continue a leitura e para conhecer alguns dos diversos modelos desse dispositivo essencial na pneumática e aprenda a fazer uma especificação impecável.


Cilindro Pneumático sem haste

Desenvolvido a partir da necessidade de um equipamento que ocupasse menos espaço, temos o modelo de cilindro pneumático sem haste. Economizando o espaço de forma a não diminuir o tamanho e forma do cilindro em si.

O cilindro pneumático sem haste possui então uma guia que se move linearmente sobre a extensão do componente. Além disso, permite alcançar altas velocidades, gerando um acionamento com retorno mais rápido.


Cilindro pneumático de dupla ação

Apresentamos agora o modelo mais comum no mercado de automação industrial, o cilindro pneumático de dupla ação. Funcionando de modo a exercer o movimento em duas direções, esse cilindro utiliza o ar comprimido para extensão e retração.

A velocidade desses movimentos pode, então, ser controlada de diversas maneiras. Podemos aumentar a velocidade do acionamento com válvulas de escape rápido e reduzi-la com conexões reguladoras de fluxo.

Esse modelo de cilindro, a princípio, não possui nenhum amortecimento no fim de cada curso. Porém, é possível montar esses componentes de forma a agregar o amortecimento. Confira abaixo dois modos encontrados pelos fabricantes para aprimorar o funcionamento desses componentes.





Cilindro pneumático do tipo ISO

A norma ISO veio como forma de criar um padrão entre os cilindros pneumáticos, ou seja, os cilindros do tipo ISO são intercambiáveis entre os diferentes fabricantes. Mesmo não possuindo as mesmas partes internas, as dimensões externas devem seguir a mesma para todos os fabricantes, seguindo a norma. Dessa forma, podemos trocar a marca do componente sem alterar ou danificar o sistema.



Os cilindros pneumáticos ISO possuem variações, podendo ter diversos tipos de camisas, sempre com diâmetros de 40mm para cima. Existindo também cilindros Mini ISO, com diâmetros menores, abaixo de 32mm de diâmetro.




Como fazer a especificação

Para realizar a especificação correta de um cilindro, devemos primeiro saber a força do componente em questão. A força exercida por um cilindro pneumático é dada pela expressão força = área x pressão.

Quando calculamos a área em milímetros quadrados e a pressão em bar, temos o resultado em Kgf ou quilograma força, ou seja, se o resultado for 60 Kgf, aquele cilindro levanta 60 quilogramas naquela pressão.

Para especificar, então, devemos ter as medidas completas na norma ISO do cilindro. Assim, fazendo a medição do diâmetro e entre cabeçotes, analisamos a tabela das medidas da norma para especificá-los.

Em nosso canal do Youtube você encontra um conteúdo completo explicativo dos componentes pneumáticos, como o cilindro. Clique aqui e confira o material completo!



112 visualizações0 comentário